Por que devemos combater o Bullying?

Apesar de ser um termo aparentemente novo no nosso cotidiano, o bullying é uma prática que existe na nossa sociedade há muitos e muitos anos. Ele é um problema crônico que engloba toda e qualquer violência física, verbal e/ou psicológica, intencional ou não, contra uma ou mais pessoas.

O bullying está em todo lugar, seja em casa, na rua, no trabalho e até mesmo nos ambientes virtuais. No entanto, na escola essa prática é ainda mais recorrente, pois envolve uma fase de autoafirmação das crianças e adolescentes, na qual, muitas vezes, eles não conseguem respeitar e conviver com as diferenças – o que leva a práticas de preconceito, discriminação e superioridade.

Efeitos e consequências do Bullying

Apelidos e boatos que ferem a dignidade do próximo, agressões, ameaças, humilhações e exclusões são algumas das formas que os agressores usam para intimidar as vítimas. E diversos são os efeitos do bullying – tanto para quem pratica, como na vida de quem sofre.

Baixa autoestima, dificuldade de socialização, ansiedade, medo, depressão e até mesmo queda no rendimento escolar e dificuldades de aprendizado são algumas das consequências vividas pelas vítimas e agressores.

Por muito tempo, o assunto foi tratado como simples “briguinha de mal gosto”, no entanto, é importante entender a gravidade dessas situações e os prejuízos a longo prazo que o bullying pode acarretar na vida dos estudantes.

Não é brincadeira!

Bullying não é brincadeira e deve ser combatido e prevenido desde os primeiros passos. Ensinar sobre respeito, tolerância, empatia, diversidade e solidariedade faz parte de uma educação acolhedora e responsável por diminuir as chances dessa prática violenta.

No Eficácia, lutamos por uma sociedade livre de todas as formas de opressão e, por isso, prezamos pela educação pautada na humanização, no respeito mútuo e no pleno desenvolvimento de nossos alunos. Por isso, fazemos nossa parte em incentivar a cooperação, criar uma cultura de paz e promover a conscientização para derrubar preconceitos e estimular o amor ao próximo.


Gostou desse conteúdo? Siga-nos no Instagram para ver mais: @eficaciacolegio

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *